A mente é um signo

A idéia de que todo pensamento é um signo está em muitas passagens da obra de Peirce (CP 5.234, 5.251, 5.318, NEM 3:883), constitui uma teoria pragmática da cognição de base anti-cartesiana com raízes em 1868-69 (W 2:193-272), tem muitas variações, e culmina em outra forma de correspondência:

“No que consiste a realidade da mente? Temos visto que o conteúdo da consciência, a inteira manifestação fenomenal da mente, é um signo resultando de inferência. […] Devemos concluir que a mente é um signo se desenvolvendo de acordo com as leis da inferência” (CP 5.313); “Todo pensamento, ou representação cognitiva, é da natureza de um signo” (CP 8.191).

WhatsApp Image 2020-12-22 at 15.32.12-2

“A Lógica é, em seu sentido geral, como acredito ter mostrado, apenas outro nome para semiotica ({sémeiötiké}), a quase-necessaria, ou formal, doutrina dos signos” (CP 2.227; ver CP 1.539, 1.191, 1.313, 7.355).

Joao Queiroz

%d bloggers like this:
close-alt close collapse comment ellipsis expand gallery heart lock menu next pinned previous reply search share star