Poetamenos e a “melodia de timbres” de Anton Webern

A música serial, como técnica composicional, possui diversas correspondências em Poetamenos. Procedimentos seriais, especialmente a justaposição de sequências de elementos musicais, como melodias e ritmos, são parte da concepção de Augusto de Campos sobre a melodia de timbres.

poetamenos

Temos defendido que qualquer investigação da música serial, e da melodia de timbres no contexto da música serial, ao abordar Poetamenos como uma transcriação, deve incluir: (1) a abstração da proposta de Schoenberg, ao preconizar uma “melodia de timbres”; (2) a intrincada discussão musicológica que se forma em torno da melodia de timbres, que hoje, depois de um século, pode ser considerada também histórica, com diferentes utilizações e sucessivas releituras; (3) aplicação do mesmo termo a técnicas composicionais distintas; (4) diversas particularidades na recepção da melodia de timbres (e da música serial/dodecafônica) no Brasil e na América Latina.

Marta Castello-Branco, Ana Fernandes, Joao Queiroz

%d bloggers like this:
close-alt close collapse comment ellipsis expand gallery heart lock menu next pinned previous reply search share star