Poetamenos — tradução de Anton Webern

Para Claus Clüver (1981, p. 386), a audição das obras de Webern tiveram “profundo impacto” sobre a criação da série de poemas Poetamenos, publicados por Augusto de Campos em 1953: “a experiência de ouvir as gravações de obras selecionadas de Anton Webern por René Leibowitz, lançadas em 1950 em dois discos de vinil, teve profundo impacto na composição dos seis textos que marcam o começo da poesia concreta brasileira.”

von
Webern

Ele afirma que, em uma carta de 08 de junho de 1980, Augusto de Campos lhe dissera que ele e Haroldo haviam comprado essas gravações em 1952, e que elas continham o Concerto Op. 24, algumas canções, o Quarteto Op. 22, a Sinfonia Op. 21, e as Bagatelas Op. 9, etc. (Clüver, 1981, p. 397).

Segundo Clüver, “uma composição que fascinou o poeta brasileiro de forma especial foi Quarteto Op. 22, de 1930” (Clüver, 1981, p. 389), para violino, clarinete, sax tenor e piano, composto em técnica serial. Campos teria dito, em 1973, que “lygia fingers segue de forma praticamente literal a parte inicial do quarteto” (Clüver, 1981, p. 390).

Claus Cluver

Marta Castello Branco, Ana Fernandes, Joao Queiroz

CLÜVER, Claus. Klangfarbenmelodie in polychromatic poems: Anton von Webern and Augusto de Campos. Comparative Literary Studies, v. 18, 1981: 386-398.

%d bloggers like this:
close-alt close collapse comment ellipsis expand gallery heart lock menu next pinned previous reply search share star