Tradução intersemiótica como ferramenta

Já se escreveu tanto sobre tradução intersemiótica. O que é uma tradução intersemiotica? Como ela opera? Que importância histórica ela possui? Para que serve? 

Nós tempos abordado este fenômeno em muitas publicações. Tentamos criar uma perspectiva própria, combinando resultados de dois domínios, Ciência Cognitiva (Distributed Cognitive Science) & Estudos da Tradução (Translation Studies) — a tradução intersemiótica pode ser descrita como um artefato cognitivo projetado para funcionar como uma ferramenta preditiva, generativa e metassemiótica, e usada para distribuir a criatividade artística.

Os artefatos cognitivos são ferramentas que usamos para pensar, para navegar, prever, comunicar — de lapis e papel, a listas, régua e compasso, diagramas, modelos científicos, ábacos, alfabetos e notações, computadores, etc etc etc. Eles têm uma enorme variedade de formas e são manipulados de muitas maneiras, em diferentes domínios e contextos.

7

Como uma técnica projetiva, a tradução funciona como uma ferramenta preditiva, antecipando novos, e as vezes surpreendentes, padrões de eventos e processos, e mantendo sob controle o surgimento de novos padrões. Assim o tradutor mantem sob controle fatos e eventos que parecem surpreendentes.

Ao mesmo tempo, a tradução funciona como um modelo generativo, produzindo informação nova, inesperada, no sistema alvo (target system). Nesse caso, a operação fornece resultados que competem, como ideias ou instâncias candidatas.

Como uma ferramenta metassemiótica, a tradução cria um processo de meta nível, de nível sobre o nível. É a ação de um signo que representa a ação de outro signo. Toda tradução é metassemiótica. Nas traduções criativas, ela cria um “laboratório experimental” para realização de experimentos semióticos. Nestes casos, mais raros, ela submete sistemas semióticos a condições incomuns e fornece um cenário para observar o surgimento de novos e surpreendentes comportamentos semióticos como resultado.

Nós temos explorado essas idéias em diversas publicações.

# # #

João Queiroz & Pedro Atã

%d bloggers like this:
close-alt close collapse comment ellipsis expand gallery heart lock menu next pinned previous reply search share star